top of page

Rosário: o Saltério de Maria

São Domingos recebendo o rosário de Maria
Stained glass window from St. Dominic’s Church in Washington, D.C. Photo by Fr. Lawrence Lew, O.P.

O Beato Alano de Rupe, dominicano do século XV, chama o Rosário de Saltério de Maria.


Por que?


“O nome ‘psalterium’ (saltério) deriva de ‘psallere’ (salmodiar). E o Rosário é assim chamado por causa do Saltério de Davi [os 150 Salmos da Bíblia], que foi figura da Saudação Angélica. Pois os cânticos da Lei Antiga foram figuras da Nova Lei.


À gramática une-se a teologia, visto que o Saltério traz consigo dez efeitos principais, alcançados por quem o recita devotamente através de Cristo e da Virgem Maria:


P, de ‘peccatores’ (pecadores), pois oferece arrependimento aos pecadores;


S, de ‘sitientes’ (sedentos), pois vai saciando os sedentos;


A, de ‘alligati’ (prisioneiros), pois traz libertação aos prisioneiros;


L, de ‘lugentes’ (plangentes), pois dá alegria aos que choram;


T, de ‘tentati’ (tentados), pois traz tranquilidade aos que são tentados;


E, de ‘egeni’ (necessitados), pois dissipa a necessidade dos necessitados;


R, de ‘religiosi’ (religiosos), pois reforma a vida dos religiosos;


I, de ‘ignorantes’ (ignorantes), pois dá inteligência aos ignorantes;


V, de ‘vivi’ (vivos), pois aos vivos dá o triunfo sobre a desolação;


M, de ‘mortui’ (mortos), pois aos mortos faz alcançarem misericórdia.”





Fonte: Beato Alano de Rupe, OP, em sua Defesa do Santíssimo Rosário.

predelle_edited_edited.jpg
bottom of page