Etapas de Formação 

> Etapas de Formação

PRÉ-NOVICIADO 

 

O período do pré-noviciado é um tempo de passagem da vida leiga para a vida religiosa dominicana, sendo então, por sua natureza, um período de gradual ajustamento espiritual e psicológico do candidato às necessárias mudanças que o mesmo deve vivenciar. 

 

No pré-noviciado são propostos os seguintes objetivos: continuação do discernimento vocacional; uma complementação da formação humana, intelectual e cristã dos pré-noviços; a busca da experiência da vida comunitária; a passagem gradual da vida leiga para a religiosa; e a convivência entre os que irão compor futuramente o noviciado.

 

Os critérios de discernimento a serem trabalhados durante o tempo de pré-noviciado são: o adequado equilíbrio humano-afetivo; a convivência entre os pré-noviços e deles com a comunidade formadora; o gosto pelos estudos e pela oração; e o ardor apostólico.

 

NOVICIADO

O tempo do noviciado é um período de profundo aprendizado da vida dominicana em seus mais diversos elementos, com uma efetiva prioridade concedida ao descobrimento da vida espiritual e da vida comunitária na tradição da Ordem.

 

O noviciado é uma etapa fundamental, que prepara e orienta todo o desenvolvimento posterior da vida religiosa dominicana. 

Tendo em vista esse mergulho mais profundo na vida como frade pregador, o noviciado é um tempo especial de: experiência pessoal do noviço, no confronto consigo mesmo e com Deus; aprendizado, no qual o noviço adquire hábitos de estudo, de autodomínio, de oração e de convivência fraterna; assimilação dos conselhos evangélicos, segundo o ideal de São Domingos, os quais permitirão ao noviço discernir e criticar diversos projetos de vida; experimentação dele e da Ordem no discernimento da sua vocação; e um tempo em que ele toma melhor consciência de sua vocação e da vida dominicana.

 

 

ESTUDANTADO

 

É o período posterior ao noviciado, onde o religioso, da primeira profissão religiosa até a profissão solene, se consagra de modo prioritário aos estudos. A formação para e na vida dominicana, contudo, não termina com o noviciado, sendo também muito importante nesta etapa, o desenvolvimento humano-espiritual dos frades estudantes.

 

O tempo do estudantado tem por característica levar os frades professos simples:  amadurecer sua identidade como dominicanos; a buscar uma inserção gradual e progressiva na comunidade dominicana onde se encontra e em suas atividades pastorais, bem como na Província; a ter capacidade de relacionar-se bem com os demais formandos e com os formadores, buscando viver a amizade, a responsabilidade, o respeito mútuo, a sinceridade e a atitude de serviço; a ter uma vivência gratuita de oração comunitária e pessoal; a adquirir um conhecimento aprofundado de filosofia e teologia, que permita  o desenvolvimento de seu senso crítico e de sua reflexão teológica sobre a realidade em que vivemos, tendo em vista do anúncio do Evangelho.

 

Informações mais detalhadas sobre os objetivos de cada fase da formação inicial, bem como de seus critérios avaliativos, estão presentes na Ratio Formationis Generalis da Ordem, bem como na Ratio Formationis Particularis, ou "Plano Particular de Formação", da Província. São os documentos que guiam o processo formativo dos Dominicanos no Brasil. 

predelle_edited_edited.jpg

Ordem dos Pregadores

"Contemplar e levar aos outros o contemplado"

STh II-II, q. 188, a. 6, r.